28jan
By: sergio ligado: janeiro 28, 2018 In: Blog Comments: 0

Empresas brasileiras dos mais variados segmentos por vezes são confrontadas com a questão de manter ou não um profissional dedicado à gestão de TI em seus quadros. A opção que mais tem sido discutida nesse âmbito envolve a criação de uma área de TI dentro da empresa ou sua terceirização.

Fica a dúvida sobre qual possibilidade é mais vantajosa: ter uma equipe interna ou, pelo menos, um profissional dedicado; ou resolver a questão com um fornecedor externo que se encarregue disso.

Independentemente da solução escolhida, deve estar claro é que é fundamental ter um responsável pela área de TI, alguém que conheça sua empresa, as rotinas, as dificuldades e esteja comprometido com o crescimento do negócio. A seguir, contamos para você as soluções mais comuns para essa questão:

Departamento interno de TI

A maior vantagem geralmente atribuída a um departamento interno de TI é a eficácia e resposta rápida aos problemas que surgem no cotidiano. A possibilidade de alinhar as necessidades e demandas dos demais departamentos também é levada em conta.

Dependendo da área de atuação da empresa – escritórios de advocacia, contabilidade, seguros etc. –, a confidencialidade dos dados também pesa na opção por profissional próprio de TI.

Por outro lado, é preciso ter em mente que o custo salarial e encargos trabalhistas, de técnicos nessa área é elevado. Há ainda a questão da atualização, que também demanda investimentos da empresa em novas tecnologias e na formação do profissional dessa área.

Solução externa

Também conhecida como “outsourcing de TI”, a terceirização do serviço para companhias especializadas é uma prática comum, que também apresenta vantagens e desvantagens.

Quando o contratante terceiriza essa área, ele deixa por conta do contratado diversos serviços, que envolvem sistemas, equipamentos e infraestrutura. Eles podem ser parcial ou totalmente terceirizados, conforme o que foi contratado entre as partes.

Solução mista

Outra opção amplamente utilizada é a criação de um ambiente misto. Neste caso, a empresa contrata um ou mais profissionais de TI em seu quadro de funcionários. Mas esses profissionais contam com o apoio de uma empresa terceirizada.

A terceirização total ou o uso de uma solução mista se mostram vantajosas para as empresas que não têm na tecnologia da informação sua atividade fim.

Relação custo X benefício

Uma empresa pode decidir manter departamento de TI próprio ou contratar um único profissional para atuar nessa área. Nesse caso, será necessário arcar com o investimento na aquisição de equipamentos e sistemas, infraestruturas como servidores, bancos de dados e datacenter. Isso inclui a necessidade de atualização desses recursos, face à rápida obsolescência tecnológica.

Já nos contratos de prestação de serviços terceirizados quem se encarrega dessas preocupações é a fornecedora. O cliente deixa de investir em TI com equipe própria e passa apenas a arcar com um serviço fornecido a um custo fixo.

Além disso, ao optar pela terceirização, a empresa consegue manter sua equipe interna mais enxuta e focada nas demandas imediatas. Aos profissionais da consultoria terceirizada cabe a responsabilidade pela atualização do arcabouço tecnológico da infraestrutura utilizada pela empresa contratante.

Vale a pena avaliar! E para a sua empresa qual a melhor solução? Se você quiser uma consultoria gratuita para sua empresa, visite nosso site e preencha o formulário solicitando contato e aguarde nosso retorno!

Trackback URL: https://wmsit.com.br/gestor-de-ti-saiba-qual-melhor-opcao-para-sua-empresa/trackback/